Você já deve ter visto muitas mulheres nas ruas com uma saia justa mas com um babado na barra e se perguntou ‘que moda é essa?’. Trata-se da saia sino, hit das mulheres mais românticas e femininas.

Esse tipo de saia tem sido muito procurada por meninas mais jovens, pois são super despojadas e com comprimento mais curto. Porém, nada impede que mulheres mais maduras invistam na saia sino, com muito bom senso, claro. O segredo é optar por uma saia não muito curta e combiná-la com uma peça mais elegante, como uma camisa de seda, por exemplo.
Como a saia sino dá um volume à silhueta, a mulher tem quadril largo ou culote vai ficar com a região ainda maior, pois o volume da saia está exatamente nos quadris. Já para as que têm corpo triângulo invertido (com pouco quadril), retângulo (ombros, quadris e cintura na mesma linha) ou ampulheta (ombros e quadris proporcionais), não tem problema optar pelo modelo sino. Apesar disso, nada impede que uma mulher com mais quadril use o modelo. Para não acentuar essa área do corpo é só reposicionar a barra mais abaixo do quadril. Há saias que abrem a barra em sino perto do joelho.
Por ser uma peça extremamente feminina, a combinação com calçados mais pesados faz o jogo de leve x pesado que tanto falo aqui.  Não que esteja errado combiná-la com outros formatos, mas se optar por uma sapatilha, vai reforçar ainda mais o ar de menininha conferido pela saia. Já o sapato pesado vem para ‘quebrar’ essa impressão. Por isso, indico as botas, ankle boots (botas que não têm cano ou que são de canos baixos), open boots (abertas nas frente ou trás), que são curtas. Outras combinações interessantes são o scarpin e a sandália com sola tratorada.
Anote:

- A saia sino evidencia o quadril, por isso não é indicada para mulheres com quadril mais largo.
- Como a saia já tem volume, aposte em blusas mais coladinhas, usadas por dentro da saia;
- A peça é indicada para dia e noite. E é super democrática: use com t-shirts, blusas soltinhas pra dentro da saia, blazers, jaquetas, cardigans, etc.
- Nos pés, componha com sapatilha, peeptoe ou ankleboot.


Este post foi feito originalmente para o site da nossa consultora, Karol Stahr.
 


Comments




Leave a Reply